III Colóquio Internacional de Educação encerrou nesta quarta-feira

Por: BRUNA SANTOS DE ANDRADE
brunadeandrade@gmail.com
30 de Novembro de 2011

Encerrou nesta quarta-feira o III Colóquio Internacional de Educação e o I Seminário de Pesquisa Sobre Indicadores de Qualidade do Ensino Fundamental, eventos promovidos pelo Programa de Pós-Graduação – Mestrado em Educação da Unoesc no Campus de Joaçaba. Desde a manhã de segunda-feira, cerca de 400 estudantes e professores de instituições de ensino superior, professores e gestores da rede de educação básica acompanharam a programação que reuniu pesquisadores de destaque nacional e internacional na área da Educação.

A programação compreendeu quatro conferências, uma mesa redonda, um painel para exposição de projetos de pesquisa que integram o Programa Observatório da Educação (da Capes, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais e do MEC), sessões comemorativas aos 10 anos do Mestrado em Educação e aos 35 anos do Curso de Pedagogia do Campus de Joaçaba, o lançamento de sete livros e uma reunião estadual da Associação Nacional de Política e Administração da Educação (ANPAE).

As conferências abordaram assuntos como regulação e qualidade na educação; pós-graduação em educação, formação e valorização de professores; política e escola. A abertura, na manhã de segunda-feira, teve a participação de Almerindo Janela Afonso, sociólogo Doutor em Educação. Ele é presidente da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação e professor associado da Universidade do Minho, de Portugal, onde leciona desde 1985, é diretor-adjunto do Departamento de Ciências Sociais da Educação, coordenador do Mestrado em Educação para a Saúde e integrante do Centro de Investigação em Educação.

A segunda conferência, sobre pós-graduação em Educação, foi ministrada pela Dra. Dalila Andrade Oliveira, professora da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, além de uma das coordenadoras da Rede Latino-americana de Estudos sobre Trabalho Docente, presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped) e autora de diversos livros.

A conferência sobre os âmbitos da política e da escola na qualidade da educação, na manhã de terça-feira, foi ministrada pelo Dr. Ocimar Munhoz Alavarse, pedagogo com Doutorado em Educação e professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Já o encerramento, na manhã desta quarta-feira, teve como conferencista a Dra. Myriam Feldfeber, professora das faculdades de Filosofia e Letras e de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires, integrante de um projeto de pesquisa sobre políticas educacionais nessa instituição, também coordenadora da Rede Latino-americana de Estudos sobre Trabalho Docente e do Grupo de Trabalho sobre “Políticas educacionais e desigualdades na América Latina” do Conselho Latino-americano de Ciências Sociais.

Os dois painéis sobre os projetos de pesquisa que integram o Programa Observatório da Educação ocorreram na manhã de terça-feira. O primeiro foi apresentado pelo professor Dr. Elton Luiz Nardi, que integra o colegiado do Mestrado em Educação da Unoesc e coordena o projeto “Indicadores de qualidade do Ensino Fundamental na mesorregião Oeste de Santa Catarina”. O segundo foi apresentado pela professora Dra. Flávia Obino Corrêa Werle, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, que apresentou o projeto “Indicadores de qualidade e gestão democrática”, o qual envolve pesquisadores de várias universidades do Rio Grande do Sul.

A mesa redonda sobre avaliação e qualidade na tarde de terça-feira teve a contribuição da Dra. Isabel Franchi Cappelletti – professora do Programa de Pós-graduação em Educação da PUC de São Paulo – e do Dr. Klinger Luiz de Oliveira Sousa – professor da Universidade de Mogi das Cruzes, em São Paulo, e consultor educacional na área de avaliação institucional, currículo e gestão na educação superior. No final do dia, na terça-feira, ainda ocorreram as apresentações de 97 projetos de pesquisa aprovados pela Comissão Científica do evento. Os autores desses projetos, assim como os participantes do Colóquio e do Seminário, são de instituições das regiões oeste, meio-oeste, planalto e extremo sul catarinense, norte do Paraná, norte e noroeste gaúcho.

As comemorações pelos 10 anos do Mestrado em Educação e pelos 35 anos do Curso de Pedagogia da Unoesc ocorreram na segunda-feira à tarde e à noite, reunindo dirigentes da Universidade, corpo docente, coordenadores e ex-coordenadores, alunos e egressos desses dois cursos. Já o lançamento de livros ocorreu na noite de terça-feira, seguido de uma reunião da ANPAE, entidade criada em 1961 para defender o direito à educação de qualidade através da participação na construção, execução e avaliação de políticas e práticas de gestão democrática.

Ao término do evento, nesta quarta-feira, a avaliação por parte da comissão organizadora é muito positiva. “Do ponto de vista da quantidade do público, de nível de perguntas e de permanência dos participantes nesses dois dias e meio de eventos, entendemos que houve uma apreciação, a qual se deu fundamentalmente pelo nível de conferências, painéis, trabalhos apresentados e mesa redonda. Todos os conferencistas e os componentes da mesa redonda e dos painéis constituem um grande diferencial no processo de construção e empenho para a qualidade da educação no país”, diz a professora Dra. Mônica Piccione Gomes Rios.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.