Notícias São Miguel do Oeste Colégios

Colégio Unoesc de Educação Inovadora realiza 1ª Oratória Interna

Por: Karine Bender
imprensa.smo@unoesc.edu.br
13 de Maio de 2022

O Colégio Unoesc de Educação Inovadora realizou, recentemente, a sua 1ª Oratória Interna. Os alunos redigiram uma redação com o tema "A coragem de fazer acontecer: como empreender o seu próprio sonho". Essa é a temática que será trabalhada no Concurso de Oratória da JCI, que o Colégio participará.

Segundo a coordenadora pedagógica, professora Elis Regina Frigeri, os alunos construíram o texto e compartilharam com a professora de Língua Portuguesa, Érica Valduga. Em seguida, receberam dicas de apresentação com a colaboradora do Colégio, Fernanda Bianchet. A apresentação foi realizada no Centro Cultural da Unoesc.  

Durante a apresentação, o júri avaliou os seguintes critérios: temática, estrutura, argumentos; postura; gestos; expressão facial e presença de palco. O júri foi composto pelas professoras de Língua Portuguesa, Clair Zacchi e Loiri Schmidt, e pela professora do Núcleo  de Apoio Pedagógico da Unoesc, Giovana Di Domenico Silva.

A vencedora da 1ª Oratória Interna do Colégio foi a aluna Nicolle D'Agostini. A aluna conta que fez uma pesquisa em vários sites e buscou inspiração em grandes empreendedores, como Mark  Zuckerberg e Steven Paul Jobs, para construir o texto.

— Foi muito bom construir o texto, pois proporcionou muitas inspirações e me fez ter uma outra visão sobre nossos sonhos. Temos que correr atrás e nos esforçar para alcançar nossos objetivos, sem medo de fazer aquilo que precisa ser feito — destaca a aluna.

Nicolle conta que participar do concurso foi desafiador e, ao mesmo tempo, gratificante.

— A Fernanda falou sobre a importância de se desafiar e eu pensei que poderia ser uma experiência nova e muito boa para ver até aonde eu poderia ir e para treinar a minha oratória. Foi muito bom! — afirma Nicolle.

A importância da oratória

Segundo a professora de Língua Portuguesa, Érica Valduga, a oratória permite aos alunos desenvolverem habilidades ligadas à voz, como a dicção e a entonação. Além disso, os estudantes podem desenvolver domínio de palco, ampliar o vocabulário, seguir uma linha de raciocínio e, para as apresentações, desafiar-se com originalidade e criatividade. A professora acrescenta que outra competência a ser desenvolvida é o gerenciamento de tempo, bem como a aquisição de conhecimento e repertório para temas de ordem social.

— Como disse Raul Pompeia, a escola é um reflexo da sociedade e nela desenvolvemos competências e habilidades que levaremos para toda a vida. A oratória é um dos caminhos para esse desenvolvimento e, claro, coloca o aluno no seu papel de protagonista na construção do conhecimento — conclui a professora Érica Valduga.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.