Notícias Videira Fórum

Água subterrânea é tema de live para lembrar o Dia Mundial da Água

Por: João Luiz Bariviera
joao.bariviera@unoesc.edu.br
12 de Abril de 2022

Para marcar o Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março, o curso de Engenharia Química da Unoesc Videira realizou uma live para discutir o uso das águas subterrâneas frente à escassez hídrica. Acadêmicos, profissionais da área e professores acompanharam e participaram das discussões. O encontro, mediado pela professora e Mestra Carla Suntti, teve como debatedores o engenheiro ambiental e Mestre Maurício Perazzoli, do Comitê do Rio do Peixe, e Fabricio Jacques Vieira, sócio e responsável técnico da empresa Life Ambiental Engenharia e Consultoria.

Segundo Carla Sunti, docente do curso de Engenharia Química, todos os anos o Programa de Avaliação Mundial da Água das Nações Unidas (World Water Assessment Programme - WWAP), publica o Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos (World Water Development Report - WWDR).

— Esse relatório é publicado com foco em diversas questões estratégicas sobre os recursos hídricos. É uma revisão abrangente que oferece um quadro geral do estado dos recursos de água potável no mundo, e visa fornecer aos tomadores de decisão as ferramentas sustentáveis a serem utilizadas para nossa água — garantiu Carla.

Ela explica que o tema do relatório este ano, “Águas Subterrâneas, Tornando O Invisível Visível”, procura descrever os desafios e oportunidades, associados ao desenvolvimento, gestão e governança das águas subterrâneas em todo o mundo. A água subterrânea é responsável por 99% da água doce líquida da Terra, sendo a fonte de um quarto de toda a água usada pelos seres humanos.

— Grandes volumes de água subterrânea doce estão presentes abaixo da superfície do solo e distribuídos por todo o globo; entretanto, esse volume de água doce está distribuído de forma irregular pelos continentes — comentou a mediadora.

Durante o encontro realizado de forma on-line, Mauricio Perazzoli abordou sobre as principais regulamentações e a Política Nacional dos Recursos Hídricos, e a importância dos cadastros de usuários de água subterrânea. Enquanto Fabricio Jacques Vieira, sócio e responsável técnico da empresa Life Ambiental Engenharia e Consultoria, relatou sobre as pressões que a água subterrânea sofre, principalmente devido à falta de saneamento básico.

— Precisamos pensar em usos alternativos de água, como aproveitamento da água da chuva, por exemplo, e deixar o uso mais nobre para a água subterrânea. E principalmente que possamos preservar os mananciais superficiais de água — completou Fabricio.

Para Carla Suntti, a discussão em torno da preservação e o uso racional dos recursos hídricos, precisam ser ampliados, e a Universidade pode contribuir ainda mais, ampliado o número de pesquisas nessa área.

— Logicamente que para isso ela também precisa de fomentos, visto que o próprio relatório aponta a carência de dados a respeito das águas subterrâneas — concluiu.

 

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.