Notícias Videira Sustentabilidade

Unoesc proporciona educação ambiental nas escolas do meio oeste catarinense

Por: João Luiz Bariviera
joao.bariviera@unoesc.edu.br
29 de Maio de 2017

Por meio do  projeto​ "​Monitor Ambiental​"​​, a Unoesc Videira está oportunizando para alunos do ensino fundamental​,​​ ampliar​ ​em​​ ​seu​​ conhecimento acerca do meio ambiente e sua​ ​relevância.

No dia 15 de maio​,​​ os alunos do 6° ano da Escola Maura de Senna​ Pereira​​, do município​ de Pinheiro​ ​​P​reto, ​participaram de palestra sobre Resíduos Sólidos​, ministrada pela professora Marta Verônica Buss​,​ do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental e Biotecnologia. ​T​ambém realizaram visita técnica na Usina de Triagem e Reciclagem de Resíduos Sólidos da VT Engenharia​,​ sob a orientação da professora e dos acadêmicos voluntários Cibele Alice Decosta, Dara Miranda, Arthur Alfredo Seidel e Gabriela Cassaniga.

A aula foi conduzida de forma ​a​ relacionar a teoria sobre o gerenciamento de resíduos sólidos urbanos (RSU)​ à prática adotada pela empresa que é a responsável por realizar es​s​e serviço para a grande maioria dos municípios da região de Videira.

— O gerenciamento de RSU inicia em nossas casas,​em que, após a sua geração​,​ ​precisamos acondiciona​r em uma embalagem adequada (normalmente saco ou sacolinha plástica), ​e ​de acordo com a frequência de coleta​,​ o gerador deve colocar o seu resíduo no passeio, de onde então​,​ é coletado pelo gari e transportado por um caminhão coletor compactador até a Usina de Triagem e Reciclagem — explica a professora.

Ao chegar na unidade de tratamento​ ​,​o caminhão é pesado em balança rodoviária. Após​, ​descarrega​-se no silo, de onde o resíduo (lixo) é ​tratado de forma manual em uma esteira rotativa​. Ao lado da esteira ficam os trabalhadores que realizam a separação dos materiais recicláveis,​papel e papelão; plástico filme (PEBD); plástico rígido (PEAD); PET; vidro; metais  e alumínio.

O material que não foi separado segue na esteira até ser depositado em um caminhão caçamba,​ quando possui a sua carga completa​,​ é enlonado e levado para o aterro ​s​anitário​,​ localizado no interior de Fraiburgo, onde terá o seu destino final​, mediante o ​ ​descarregamento em uma célula do aterro, onde será compactado e coberto com argila para evitar a proliferação de vetores.

A professora Marta Veronica Buss ressalta  que a problemática dos resíduos se deve ao crescimento populacional e adensamento deste nas cidades, onde o modo de vida e os hábitos de consumo fazem com que cada vez mais​,​ se compre e utilize produtos que possuem muitas embalagens e, estas​​ inevitavelmente serão descartadas​. O ideal é que todas as embalagens que são passíveis de reciclagem fossem encaminhadas para este aproveitamento, entretanto infelizmente não é a nossa realidade.

— Nós​,​ geradores de resíduos​,​ devemos fazer a nossa parte separando os materiais recicláveis em nossas casas, independentemente se nosso bairro ou cidade t​ê​m coleta seletiva, pois todos os resíduos coletados passam pela separação manual dos materiais recicláveis e, se os estivem separados​,​ a qualidade do material ​aproveitado ​será melhor e o trabalho das pessoas que separam será menos insalubre. É urgente​!​ temos que mudar a maneira de cuidar do resíduo,​ pois​ ele já não é mais lixo​. É matéria​-prima — finaliza.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.