Notícias Joaçaba Intercâmbio

Reunião na Unoesc aponta experiências da Missão Internacional Interação Graduação Mestrado 2017

Por: Cristina De Marco
cristina.demarco@unoesc.edu.br
14 de Julho de 2017

Na segunda-feira (3) integrantes da Missão Acadêmica Internacional Interação Graduação e Mestrado 2017, falaram sobre suas experiências vividas entre os dias 2 e 26 de maio, deste ano, na Itália e Espanha visitando sete universidades e instituições de pesquisa, 12 laboratórios e realizaram sete reuniões com diretores institucionais. Foram ministradas duas palestras em Open Day e duas aulas no Máster, além da apresentação de dez trabalhos.

Participaram desta missão o professor do Mestrado em Biociências e Saúde e da graduação, doutor Rudy José Nodari Júnior, professoras da graduação da Unoesc e mestres, Elisabeth Baretta, Marly Baretta, Gracielle Fin (diplomada da Unoesc e doutoranda na UMH-ES/Udesc), Gabriela Sartori (diplomada do Mestrado); os professores Sandro Pedroz e Renan Souza, Adriano Alberti (mestrandos e pesquisadores associados ao Laboratório de Fisiologia do Exercício), professores Everton Locatelli e Alexandre Heberle e a secretária do Laboratório de Fisiologia do Exercício Joseane de Jesus. Todos os professores envolvidos, à exceção das professoras Elisabeth e Marly, desenvolvem pesquisas na área de Dermatoglifia.

— O professor Juan Antonio Moreno Murcia (UMH), em uma de suas falas, disse ter três vagas para doutorado a cada dois anos. E deixou claro que uma destas vagas, graças à Gracielle Fin, sempre será da Unoesc. Todos que vierem serão aceitos, porém o professor solicitou que os estudantes tenham experiência de um ano no laboratório de Fisiologia do Exercício, com dermatoglifia, antes de postularem à vaga. Ele precisa provar que produz — relatou o professor Rudy José Nodari Júnior.

Entre as atividades desenvolvidas, destacam-se os trabalhos apresentados na Sociedade Internacional de Dermatoglifia (SID) e no Congresso FIFA/Isokinetic. Além disso as visitas e aulas na Universidad Miguel Hernandez (UMH), em Alicante e na Universidad Católica de Murcia (UCAM), estas duas na Espanha; na Università Sapienza de Roma, na Universitá degli Studi di Chieti, em Pescara e na Universitá degli Studi di Palermo, na Sicília, as três últimas na Itália.

Foram apresentadas, na Sociedade Internacional de Dermatoglifia (SID), com sede em Roma (IT), nove pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Fisiologia do Exercício (graduação) e no Laboratório de Aspectos Prognósticos e de Intervenção na Saúde e na Performance Humana (Mestrado) da Unoesc.

— Os professores associados Francesco Omarini e Gianluca Bianco, membros desta sociedade, estarão no Brasil em 2018. Eles vêm dar aula no Rio de Janeiro e participar do I Encontro Nacional de Dermatoglifia, que vai acontecer em abril, em Chapecó. E eles querem vir a Joaçaba para dar uma aula e ver de perto o nosso trabalho —  conta Rudy.

Os professores Adriano Alberti, Renan Souza, Gabriela Sartori, Gracielle Fin, Gianluca Bianco, Francesco Omarini e Rudy José Nodari Júnior apresentaram a pesquisa Dermatogliphics: Fingerprints as a Characteristic Marker in High Performance Famale Payers in Brazil, no XXVI International Conference on Sports Rehabilitation and Traumatology –The Future of Football Medicine –  Congresso FIFA/Isokinetic, no Camp Nou, estádio do Barcelona. Esta participação ficou registrada nos anais do Congresso.

— Foi observada uma marca dermatoglifica nas jogadoras da seleção brasileira de futsal de salão do Brasil, as melhores jogadoras do mundo. Foram identificadas marcas também encontradas no grupo masculino, que é composta pelas duas melhores equipes do mundo — apontou Nodari.

Na Universidad Miguel Hernandez (UMH), em Alicante (Espanha) foram recebidos e ciceroneados pelo professor doutor Juan Antonio Moreno Murcia. Neste local estiveram em quatro laboratórios, conheceram o Complexo Desportivo e participaram de uma aula de Biomecânica. Reuniram-se com o vice-reitor de Relações Internacionais, com o coordenador do Máster em Ciências do Esporte e almoçaram com o coordenador do curso de Psicologia.

Em Murcia, foram recebidos, na Universidad Católica de Murcia (UCAM) pelo professor doutor Pablo Jorge Marcos Prado. Visitaram os estádios da UCAM e o Palácio dos Esportes, onde treina o time de basquete. Conheceram outros quatro laboratórios e reuniram-se com o vice-reitor de Relações Internacionais e com o coordenador do curso de Ciências do Esporte e o coordenador geral de Desportos Universitários.

Na Itália, o professor Rudy ministrou uma aula no Máster em Posturologia da Università Sapienza de Roma sobre Dermatoglifia, uma ferramenta de investigação na saúde e no esporte. Sobre o mesmo tema, o professor proferiu uma palestra na Universitá degli Studi di Chieti, em Pescara e na Universitá degli Studi di Palermo, Sicília. Nas duas últimas universidades, os professores participaram do Open Day Euroamericano Update in Rehabilitation.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.