Notícias Joaçaba Sustentabilidade

Encontro Regional do Plano Estadual de Recursos Hídricos é realizado na Unoesc Joaçaba

Por: Dhébora Santiago
dhebora.santiago@unoesc.edu.br
12 de Julho de 2017

A Unoesc Joaçaba sediou, na tarde desta sexta-feira, 7 de julho, o Encontro Regional do Plano Estadual de Recursos Hídricos de Santa Catarina (PERH/SC). Na ocasião, a equipe de engenheiros da Fundação CERTI, empresa contratada para elaborar o documento, apresentou um diagnóstico da situação atual da água e o apontamento de algumas ações para o futuro, com a finalidade de prevenir e solucionar problemas com gestão da água no estado.

De acordo com o presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica Rio do Peixe, professor Andrei Goldbach, o papel do Comitê nesse processo é orientar, divulgar e conscientizar a população e os municípios que fazem parte do Comitê do Rio do Peixe.

Para o secretário executivo do Comitê e pró-reitor de Graduação da Unoesc, professor Ricardo Marcelo de Menezes, é importante apresentar o Plano para as comunidades, para que elas possam conhecer, opinar e participar.

O PERH/SC está sendo elaborado com recursos do Governo do Estado, por meio do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO), repassado à FAPESC, contratante da Fundação CERTI. O Plano é acompanhado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável de SC e pelo Conselho Estadual de Recursos Hídricos de SC.

Conforme dados preliminares, que já foram apresentados em outros momentos, se algumas medidas não forem tomadas, em 2023, Santa Catarina já terá um quadro crítico. Haverá indisponibilidade de água para algumas áreas da agricultura e também para a indústria. Isso pode impossibilitar o crescimento mais dinâmico da indústria e merece a atenção de todos, para que SC continue sendo um Estado turístico, com agronegócio forte e em crescente desenvolvimento econômico industrial.

— É preciso tomar as providências agora, construir uma realidade política e administrativa, com investimentos estaduais, para que seja garantido esse futuro de maneira adequada — analisou o professor Ricardo Marcelo de Menezes.

Como ações para o futuro, o Plano propõe o monitoramento dos rios, o controle da poluição, o planejamento estratégico da distribuição da água no estado, sugerindo a quantidade de água que cada consumidor de grande porte pode retirar, além de apontar uma distribuição espacial das indústrias, para que elas não fiquem concentradas dentro de uma só regional e acabem não tendo água suficiente para as suas atividades.

O PERH/SC, que começou em março de 2016, está na etapa final. Até novembro deve ser finalizado pela empresa e apresentado ao Governo de Estado. Em função da sua política de sustentabilidade, a Unoesc apoiou integralmente a formulação do Plano e as ações do Comitê.

— A universidade participou de vários momentos na política estadual de recursos hídricos, e agora não podia ser diferente, a Unoesc cedeu o espaço físico e as suas instalações e promoveu junto à sociedade em geral a divulgação do evento para que todo o Oeste de Santa Catarina participasse — comentou.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.