Notícias Xanxerê Graduação

Acadêmicos de Engenharia Florestal realizam atividades práticas sobre parques e arborização

Por: Eliza Marta Chiarello
marketing.xxe@unoesc.edu.br
06 de Setembro de 2017

Atividades práticas foram desenvolvidas com acadêmicos da 6ª e 8ª fases do curso de Engenharia Florestal da Unoesc Xanxerê, referentes ao componente curricular Parques e Arborização Florestal, sob a responsabilidade do professor Guilherme Oliveira Santos Ferraz Arruda.

Inicialmente, foi realizada uma visita técnica à empresa Florestal Oeste, de Xanxerê, que atua na comercialização de diversos grupos de plantas utilizadas em projetos paisagísticos e de arborização, como espécies arbóreas, palmeiras, arbustivas, herbáceas, forrações e pisos vegetais. Este contato com as plantas permitiu exercitar o reconhecimento dos diversos grupos e possibilitou verificar seus preços de mercado.

Nas ruas próximas à Unoesc Xanxerê, a atividade teve como objetivo avaliar aspectos técnicos da arborização em vias públicas, tendo em vista que o Engenheiro Florestal atua no seu planejamento, execução e manutenção. Os acadêmicos avaliaram aspectos da arborização, observando a existência ou ausência de árvores, a localização delas nas calçadas ou canteiros centrais, o espaçamento, os espaços permeáveis, a adequação das espécies ao local, a existência ou não de conflitos com a fiação aérea, postes de iluminação, danos em calçadas, edificações, tubulações subterrâneas, visibilidade de placas, formação de sombras e necessidade de podas ou substituição.

Para o professor Guilherme, as anotações de campo dos alunos serão tema de discussão em sala, como fechamento da atividade neste mês de setembro.

— Ambas as atividades foram válidas. Comprovou-se que o binômio planejamento-conhecimento é essencial para que as árvores urbanas, seja em vias públicas ou áreas verdes, cumpram a função de gerar conforto térmico e bem estar às pessoas, sem conflitos com os demais elementos do meio urbano — afirmou o professor.

Segundo o acadêmico Eduardo Pagnussatto a atividade foi marcante.

— Na minha opinião, esta atividade foi de grande proveito, pois como futuros engenheiros florestais, estaremos planejando muito bem, antes de qualquer implantação e visando ao mínimo de impacto em cada local — destacou.

Camila De Cézaro reforçou a necessidade de um planejamento antes da execução desses trabalhos.

— A visita na empresa serviu de conhecimento para aplicação futura no meio urbano, com o contato das plantas e indicações para o plantio conforme suas características. Na arborização urbana do município, notamos um alto índice de problemas relacionados à escolha das espécies plantadas, encontrando calçadas estouradas, galhos encostados na rede elétrica, espaçamento inadequado entre árvores, dentre outros — citou a acadêmica da 8ª fase.

Galeria de Fotos

Comentários

Voltar Imprimir Notícia
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.