Mais sobre o curso

Mestrado Xanxerê

Mestrado em Sanidade e Produção Animal Aplicadas a Pequenas Propriedades


 

O Programa de Mestrado em Sanidade e Produção Aplicadas a Pequenas Propriedades (MSPA-APP) busca formar profissionais com perfil para o desenvolvimento de pesquisa científica, inovações tecnológicas com aplicações práticas que garantam, de maneira sustentável, a produção e sanidade em propriedade de pequeno e médio porte. Este profissional será estimulado e capacitado para desenvolver e potencializar suas habilidades e competência para contribuir no desenvolvimento econômico de macro e microrregiões com este perfil socioeconômico-produtivo.
Desta forma, ao final do curso, o egresso estará qualificado para contribuir plenamente em questões de sanidade e produção animal em sistemas intensivos de criação desenvolvidos em pequenas propriedades, agregando conhecimentos científicos e tecnológicos, práticos e aplicados. Tais competências poderão ser aplicadas plenamente na prática profissional docente e/ou de pesquisa, em instituições de ensino superior ou de pesquisa, bem como atuando profissionalmente na prática diária de campo como um profissional extensionista qualificado, autonomamente ou vinculado a empresas atuantes nas áreas relacionadas ao programa.

  • Formar profissionais com visão crítica, capazes de integrar e interagir com aspectos de sanidade e produção animal inseridos no contexto de pequenas propriedades;
  • Formar pesquisadores com visão inovadora que utilizem práticas integradoras para a investigação científica em produção e sanidade animal;
  • Desenvolver conhecimento científico de maneira interdisciplinar, contribuindo para o desenvolvimento regional;
  • Desenvolver e consolidar os conceitos de bem-estar animal no contexto da sanidade e produção animal.
  • Formar docentes para atuação em instituições de ensino técnico e superior;
  • Contribuir para o processo de interiorização da pós-graduação stricto sensu no estado de Santa Catarina e no Brasil.

Para cumprir tais objetivo, o MSPA-APP possui um corpo docente composto por 14 professores que trabalham de forma integrada e interdisciplinar, com intensa produção bibliográfica e técnica, com formação na área de ciências agrárias e afins. Este grupo promove busca constante atualização científica, buscando, assim, contribuir continuamente para o avanço da ciência, da tecnologia e para o desenvolvimento regional. A estratégia para atingir estes objetivos é a manutenção de demanda de geração de novos conhecimentos, a formação de recursos humanos com perfil para resolução de problemas através de métodos tradicionais estabelecidos e através da inovação.

Sanidade e Produção Animal Aplicadas a Pequenas Propriedades.

Descrição: A área de concentração do MSPA-APP tem por objetivo formar recursos humanos de alto nível para atuar em pesquisa voltadas para sistemas de sanidade e produção animal adaptados a pequenas propriedades tecnificadas. Para tanto, busca-se-á compreender, pesquisar e esclarecer os diversos aspectos relacionados a epidemiologia, etiologia, diagnóstico, controle e prevenção das principais enfermidades que atingem os animais de produção em sistemas de produção relacionados a sistemas intensivos desenvolvidos em pequenas propriedades. Da mesma maneira, dentro das características de regionais de inserção do programa, a área de concentração também buscará, na Produção animal, a compreensão, pesquisa e esclarecimento dos diversos aspectos relacionados à biotécnicas da reprodução, bem-estar, nutrição e metabolismo animal, processos tecnológicos em produtos de origem animal, melhoria dos índices zootécnicos baseado na aplicação de uma genética de precisão, além de colaborar com aspectos de gestão e sustentabilidade. Este conjunto de competências visa ser aplicado a cenários regionais bastante específicos (pequenas propriedades rurais), propondo soluções às assimetrias eventualmente encontradas, bem como visa contribuir acrescendo qualidade as potencialidades dos sistemas de produção já existentes.

As linhas de pesquisa buscam valorizar as especialidades e “áreas comuns” existentes entre os componentes curriculares das distintas formações profissionais na área das ciências agrárias. Com isso, possibilita-se a complementação entre estas áreas, visando à proposição de soluções sinérgicas, a partir da visão transversal do problema, contemplando aspectos sanitários, produtivos e socioeconômico regionais, sempre com suporte da bioética.

1) Sanidade Animal:

Descrição: Considerando-se as características regionais e socioeconômicas que são majoritariamente de pequenas propriedades com produção intensiva, esta linha de pesquisa abrange, de maneira geral:

O estudo das principais enfermidades em ruminantes, suínos e aves, em relação a seus impactos, meios de controle e prevenção, aplicado no contexto regional de inserção do programa, ou seja, de módulos rurais compostos por pequenas propriedades tecnificadas e com trabalho baseado em mão-de-obra familiar. Para tanto, as metodologias aplicadas serão baseadas na identificação e caracterização dos principais agentes patogênicos através de técnicas imunológicas, microbiológicas, parasitológicas, moleculares e de diagnóstico patológico. Além disso, indiretamente, a linha de pesquisa visa auxiliar no controle e prevenção de doenças emergentes e reemergentes que possam afetar direta ou indiretamente os sistemas de criação em animais de produção.

2) Produção Animal:

Descrição: Os objetivos e propostas da linha de pesquisa em Produção Animal foram delineados com base nos sistemas de produção regional, na sua maioria desenvolvida em pequenas propriedades rurais tecnificadas e com mão-de-obra majoritariamente familiar. Assim, destacam-se de maneira geral, dois objetivos:1. Os estudos em reprodução e genética animal cada vez mais se tornam importantes em função de novos desafios a que os animais são submetidos para atender a pressão de produção animal. Neste sentido, a seleção genética de animais para produção, a melhor eficiência da alimentação animal, os sistemas de criação mais intensivos, entre outros fatores, criaram uma necessidade de melhoramento de técnicas e procedimentos, bem como geração de novos conhecimentos em todas estas áreas; 2. Favorecer o desenvolvimento de produtos e processos biotecnológicos relacionados ao manejo e nutrição em animais de produção, bem como os produtos de origem animal derivados de um conjunto de atividades de manejo e sanidade bem conduzidos. Busca-se, também, a melhoria nos índices zootécnicos aliados ao bem-estar animal e a sustentabilidade das atividades pecuárias, especialmente pelas características regionais de tamanho de propriedades, permitindo a manutenção dos agricultores no campo.

Produção animal

Líderes do Grupo: Paulo Eduardo Bennemann; Sérgio Abreu Machado

Área predominante: Ciências Agrárias; Medicina Veterinária

 

Sanidade Animal

Líderes do Grupo: Lilian Girardini Kolling; Paulo Eduardo Bennemann

Área predominante: Ciências Agrárias; Medicina Veterinária

Período
Abril de 2017 a abril de 2019
Horários
Aulas quinzenais, sextas-feiras a noite e sábados pelas manhãs e tardes.
Carga horária
450 horas
Vagas
10 vagas
Início das aulas
08 de maio de 2017
Local
Unoesc Xanxerê
Investimento
Matrícula + 35 parcelas de R$ 1.850,00
Mais informações
Matrículas
Aguarde informações.
Coordenação

Coordenador:

Prof. Dr. Sergio Abreu Machado

Contato: sergio.machado@unoesc.edu.br

Telefone (49) 3441-7099 – Ramal 7129

 

 

Disciplinas

Créditos

Horas

Linhas de

Pesquisa

Observações

 

 

 

OBRIGATÓRIAS

 

Metodologia científica

2

30

1,2

 

Bioestatística aplicada a sanidade e produção animal

3

45

1,2

 

Empreendedorismo e marketing rural

2

30

1,2

O aluno cursará 12 créditos em disciplinas obrigatórias (180hs)

Práticas profissionais

2

30

1,2

 

Projetos de apoio ao ensino básico

3

45

1,2

 

 

 

 

ELETIVAS

 

Medicina Veterinária preventiva e controle de enfermidades

3

45

1

 

Diagnóstico molecular das principais enfermidades em animais de produção

3

45

1

 

Diagnóstico básico e aplicado em microbiologia, parasitologia e imunologia das principais enfermidades em animais de produção

3

45

1

 

Epidemiologia regional aplicada

2

30

1

 

Biotecnologias da reprodução aplicadas a ruminantes, suínos e aves

3

45

2

O aluno deverá optar por, pelo menos, 6 créditos relacionados a Linha de Pesquisa a que tiver vinculado (60hs)

Nutrição de Ruminantes e Não-Ruminantes na Produção Animal

3

45

2

 

Bem-estar em ruminantes, suínos e aves

2

30

1,2

 

Controle, qualidade e processamento de produtos de origem animal

2

30

2

 

Genética molecular de precisão

3

45

1,2

 

Melhoramento Genético Aplicado

3

45

2

 

 

 

 

DISSERTAÇÃO

 

Dissertação

12

180

1,2

O aluno cumprirá 12 créditos relativos à Dissertação (180hs)

Total de créditos/Carga horária (mínimos)

30

450

 

 

É Doutor em Agronegócios (2012) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Mestre em Ciências Veterinárias (2007) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Médico Veterinário (1998) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e Bacharel em Administração (2016) pela Universidade do Contestado (UnC), também é Especialista em Gestão Agroindustrial (2002) e em Produção de Ruminantes (2006) pela Universidade Federal de Lavras - MG (UFLA) e em Tecnologia e Educação a Distância (2013) pela Universidade do Contestado (UnC). Bolsista do CNPq (Extensão no país), atua como Professor e Pesquisador da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC) no Mestrado Profissional em Administração, onde desenvolve estudos na Linha de Pesquisa Competitividade do Agronegócio, e no Mestrado em Sanidade e Produção Animal Aplicados a Pequenas Propriedades. Atua como Avaliador de cursos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC) e pelo Conselho Estadual de Educação de Santa Catarina (CEE-SC). Presta assessoria/consultoria aos setores público e privado, além de ministrar cursos, palestras e disciplinas em instituições de ensino e pesquisa no Brasil, principalmente nas áreas de Agronegócios, Gestão Rural/Agroindustrial e Gestão da Educação Superior. Sua pesquisa, produção técnica e tecnológica estão focadas na Gestão do Agronegócio, Mercados Sustentáveis, Desenvolvimento de Territórios Rurais e na Produção Animal Sustentável.

Mais informações

É graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria (2000), com mestrado em Fisiopatologia da Reprodução (2003) e doutorado em Fisiologia da Reprodução na Universidade de Illinois, EUA (2013). Durante o doutorado, dedicou-se ao ensino da disciplina Biologia da Reprodução (2007-2010) e desenvolvimento de projetos de pesquisa envolvendo i) a influência da clonagem por transferência de cromatina sobre a expressão gênica placentária em bovinos, ii) o desenvolvimento de um modelo experimental para leiomiomas uterinos humanos utilizando a galinha doméstica, iii) desenvolvimento de um diagnóstico molecular precoce de câncer de ovário, utilizando a galinha doméstica como modelo experimental e iv) a regulação da função espermática pelo oviduto em suínos. Foi bolsista do CNPq (Programa Ciências sem Fronteiras, modalidade Jovens Talentos) no Setor de Virologia da Universidade Federal de Santa Maria, desenvolvendo projetos relacionados ao diagnóstico molecular de enfermidades víricas associadas à reprodução em animais domésticos. Atualmente é professor e pesquisador da Universidade do Oeste de Santa Catarina no curso de Medicina Veterinária e docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Sanidade e Produção Animal com Ênfase em Pequenas Propriedades, onde desenvolve pesquisa sobre a função de canais de cálcio (CatSper) no desenvolvimento da capacitação espermática na espécie suína.

Mais informações

Obs.: A Unoesc reserva-se o direito de substituir qualquer um dos professores sem prévio aviso, em função da disponibilidade ou qualquer outro fator que impeça o professor de ministrar a disciplina.
Voltar
Acesse o site da Unoesc pelo seu celular.